Mangás on Average #02: Romance Dawn

One Piece? “Perai pô”…

Romance Down é nada mais, nada menos, que o mangá piloto de One Piece criado por Eiichiro Oda, e compilado em um takobon denominado Wanted, junto de mais quatro One-Shots. O mangá conta a história de um garoto chamado Luffy (Avá, é “mermo”), que tem o poder de se esticar, afinal é um homem borracha, e que sonha em ser um Pilar da Paz, são piratas que saem em aventuras, diferentemente dos Morganos, que são aqueles que apenas saqueiam. O mangá conta com a presença de Nami (ou Anne como é chamada no mangá), que realça o traço de Oda (que não mudou muito em relação ao que é hoje). Então tome One Piece! Ops! Romance Dawn.

Romance Dawn começa, como o outro Romance Dawn, o de One Piece, Luffy (ou Ruffy, como alguns falam) navegando em pequeno barco e de repente (adivinha…), cai um pássaro enorme no barco de Luffy, e (adivinha…) faz um buraco no barco e Luffy não sabe (adivinha…) nadar (parei de “adivinha…”). E ele usa o pássaro para tampar o buraco, e ele percebe que tem um navio enorme atrás dele e ele vai até o barco junto ao passaro e o tratamento de Anne (ou será Nami?) é o do original, o “xigando e esculachando”.

Nami conta para ele que o pirata, capitão do navio, usa magia negra como forma de lutar e repreender seus subordinados, e que ele quer o passaro que é um Roc. Ruffy solta uma “piadinha” a lá estilo “xinga Buggy” e acaba encarcerado ao lado de Nami (é Anne po***! Desculpe).  Dentro da “jaula” ocorre um diálogo, bem estilo One Piece de ser (pelo menos no começo,  to no volume 17 de One Piece…), e Luffy descobre que Balloon é o ultimo Roc, e que seu sangue, tem poderes magicos, e é isso que o “Spiel dos Seis Lados” (que apelido hein!?), o capitão, quer.

Luffy decide sair dali, e Nami diz que é impossivel, mas (“eh Luffyn”) sai da maneira mais fácil possivel usando seu poder de esticar, mas como Oda é fod* ele corta na parte. E vamos ao Flashback (adoro os de One Piece), o FB mostra o avô de Luffy era um Pilar da Paz, e que ele queria que Luffy fosse um pirata mas, o garoto por não saber nadar não queria (ele não sabia, mas ainda vem o pior…) o avô mostra para ele a Gomu Gomu no Mi, e o idiota acha que é para comer, e… come. E ai vem o “triunfo” de Luffy que ele sempre quis ser pirata, e que tentava aprender a nadar, mas agora ele não poderia mais nadar.

Na volta temos uma frase memorial de One Piece (alguém ai acha que mangá piloto não  tem nada a ver?), “esse chapéu é meu tesouro” (T.T chorei) no One-Shot o chapéu era do avô dele. E ai começa a covardia pancadaria. Luffy não quer ajudar ela pois está com preguissa, e ela vai sozinha, mas quando chega para salvar Balloon o Spiel tenta mata-la atirando nela. Só que aparece Luffy e “salva ela” como o Gomu Gomo no Piada do Percevejo D’agua e o cabeça de percevejo d’agua atira em Luffy e ai vem o poder do Gomu Gomu no Revide de Balas (vou parar com isso…). E como de costume todo mundo se assusta… Então Spiel tenta lutar mas… hum hum, apanha feio e tenta fujir voando “roubando” o Labboon (ele sabe voar, usa magia negra).

 

E nesse “bate-bola jogo rapido” Luffy usa seu poder para voar em direção de Spiel e acerta-lo!!!

O One-Shot é muito bom, cativante. E se tiverem um tempiunho leia-o, não vão se arrepender são 47 paginas de muita diversão. E comprem One Piece!!!

Anúncios
por Sky-Kun7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s